5 motivos para sua escola investir em inovação

Nunca se falou tanto em inovação no contexto pedagógico quanto hoje. O discurso é movido em grande parte pelo distanciamento entre o que é ensinado em sala de aula (e de como ele é ensinado) e o que se exige dos profissionais do século 21. A capacidade de criar, questionar e inovar representam os principais ativos das organizações hoje, mas na escola muitas vezes o que se vê são salas lotadas, com carteiras enfileiradas simetricamente, foco em conteúdo e ensino massificado. Um quadro herdado da época da Revolução Industrial, quando o objetivo era formar funcionários para linhas de produção.
Mudar esse cenário exige alterar radicalmente a experiência dos alunos, para que eles passem de receptores passivos de conteúdo a protagonistas do próprio aprendizado. Iniciativas que tem alcançado esse objetivo inserem  projetos inovadores no centro de suas estratégias pedagógicas, mesmo que com recursos convencionais. Muitas vezes o conceito de inovação tem sido confundido com tecnologia. De fato, as ferramentas tecnológicas de aprendizagem são meios de inovação, mas nem toda inovação tem a ver com tecnologia.
O professor Bernardo Gomes Barbosa Nogueira, por exemplo, utilizou a musicalidade para estabelecer uma ponte entre o mundo jurídico do Direito e o cotidiano de seus alunos. Durante a Semana Jurídica do Centro Universitário Newton Paiva, em Belo Horizonte. Nogueira chamou o DJ da banda O Rappa para debater sobre direitos humanos de forma a contemplar tanto aspectos do currículo como das músicas da banda. O relato completo você confere no Diário de Inovações do Porvir.
 Para incentivá-lo a adotar soluções tão criativas quanto as de Nogueira, listamos os principais benefícios de inovar na sua estratégia pedagógica:

Aliar teoria e prática

Projetos inovadores ajudam alunos a explorar novas possibilidades e cenários, dando a eles uma perspectiva mais prática e contextualizada dos conteúdos. Com esses projetos, os estudantes ganham a chance de colocar a mão na massa e fazer suas próprias descobertas, indo além da teoria.

Tornar o ensino mais atraente

A inovação em sala de aula, por proporcionar uma forma de aprender mais dinâmica e interativa, desperta nos alunos maior engajamento. Esse diferencial no ensino-aprendizagem aumenta o índice de satisfação não só dos estudantes, mas também dos pais.

Fortalecer a cultura de aprendizado

A escola que adota projetos inovadores consegue estimular uma cultura de aprendizado, na qual todos os membros da comunidade escolar têm prazer em buscar novos conhecimentos e vivenciar diferentes experiências pedagógicas. A mensagem que a escola passa para sua comunidade ao incentivar projetos inovadores é a de que a estagnação não tem vez e tanto alunos quanto professores devem buscar aprender sempre.

Aprimorar a prática pedagógica do professor

Os professores também ganham com o incentivo à adoção de projetos inovadores. Com a prática pedagógica constantemente desafiada e aprimorada, a experiência docente é enriquecida e o profissional ganha motivação. Tudo isso se reflete na qualidade do ensino, o que inevitavelmente atrai alunos para a escola.

Fortalecer a marca da escola

Projetos de escolas que têm a inovação como característica acabam se tornando conhecidos na comunidade. Isso fortalece a marca da instituição e sua reputação como referência no ensino. A conquista de alunos acaba sendo apenas consequência do trabalho diferenciado e arrojado.
Aproveite o início do ano letivo para dar um toque de inovação nas atividades da sua escola. Mescle projetos que envolvam tecnologia e outros que inovem de outras formas. Além disso, pesquise editais públicos e privados que serão abertos ao longo do ano, porque muitos projetos inovadores em educação podem receber incentivos financeiros para ser implantados. 
Acompanhe nos próximos posts exemplos de projetos inovadores para você se inspirar. Se ainda tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar ideias inovadoras o espaço abaixo é todo seu. Deixe um comentário e participe desta discussão.




Baixe o ebook gratuitamente: Por que os educadores precisam ir além do data show




Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Bitnami