Ebook conta como colégios de destaque em São Paulo usam a Geekie para aperfeiçoar seu ensino

Você já entrou na cabine de um avião? A quantidade de instrumentos e painéis de controle pode deixar um leigo desnorteado. No entanto, qualquer aprendiz de piloto sabe o que cada painel indica e qual a sua utilidade para garantir um voo seguro. O cenário high tech não o intimida. O que dá medo é pilotar sem aquele aparato – fazer o chamado voo cego. Na educação, o voo cego era a norma até a consolidação de uma cultura de avaliação no país. Hoje, provas como o Enem funcionam como um farol para que um gestor antenado saiba em que pé está sua escola, aonde ela pode chegar e como estão seus principais concorrentes.
Em São Paulo, os colégios Franciscano Pio XII e o Agostiniano Mendel estão usando a tecnologia da Geekie para diagnosticar, em tempo real, o aprendizado dos alunos – como um simulador de voo, mas com a vantagem de que os painéis de controle da Geekie são muito mais amigáveis. No entanto, apesar de serem mais intuitivos, exigem que o gestor (ou alguém da sua equipe) saiba trabalhar com dados para planejar o voo ideal.
Para compartilhar como a tecnologia está ajudando na preparação dos alunos deste colégios e transformando a gestão da escola, desenvolvemos este ebook gratuito, contando detalhadamente  a experiência dos coordenadores Alexandre Antonello e Vágner da Silva, dos colégios Pio XII e Mendel, respectivamente. Os dois têm em comum o fato de usarem muito bem os diagnósticos fornecidos pela Geekie como base para as suas decisões pedagógicas – e já estão colhendo os frutos na melhoria do aprendizado dos alunos.
Como as escolas trabalham com a Geekie
O Franciscano Pio XII, do Morumbi, zona sul de São Paulo, trabalha com os dados vindos da avaliação preditiva da Geekie em conjunto com os professores. “Posso, com os dados da Geekie, ver que a aluna I.N. teve 95% de aproveitamento em biologia, enquanto outra aluna, I.C., teve 31%. Então analiso o que elas e cada um dos seus colegas acertaram e erraram nas competências de cada matéria e reúno-me com o professor para discutir formas de melhorar o ensino de pontos específicos do programa de biologia”, explica Antonello.
Vágner, que é orientador do 3º ano do ensino médio no Agostiniano Mendel, do Tatuapé, zona leste, comenta como os alunos podem se beneficiar individualmente com os resultados dos simulados: “A devolutiva da Geekie também é bastante útil para os alunos. Quando eles veem os gráficos com seus acertos e erros, têm um estímulo adicional para correr atrás do prejuízo”.
Para entender como a plataforma da Geekie funciona e se inspirar com essas duas histórias de sucesso para criar suas próprias estratégias, é só baixar o ebook aqui.
 

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Bitnami