Como as famílias estão acompanhando os estudos de seus filhos e suas filhas

O relatório de acompanhamento de estudantes, uma ferramenta criada pela Geekie, em maio deste ano, já gerou mais de 3 mil documentos enviados a famílias, que mostram o engajamento e o desempenho de cada aluno e aluna, individualmente, na escola. Conheça mais aqui e confira dicas de como interpretar os dados e evidências do relatório!

Como pais, mães e responsáveis estão acompanhando os estudos de seus filhos e suas filhas? Durante a pandemia do coronavírus, as aulas da educação básica passaram a ser 100% remotas, ou seja, dentro de casa. Neste cenário, as famílias tiveram a oportunidade de acompanhar mais de perto como o processo de aprendizagem acontece. 

Apesar de o contexto de aulas a distância ter propiciado essa aproximação, ela também pode continuar e até ser fortalecida nas aulas presenciais. Afinal, a corresponsabilidade pelo desenvolvimento de estudantes é de toda a comunidade, dentro e fora dos muros da escola.

Para auxiliar a família nessa missão, a Geekie criou, em maio deste ano, uma ferramenta preciosa: o relatório de acompanhamento de estudante. O uso de dados e evidências na educação é uma das facilidades que a tecnologia traz para o processo de aprendizagem. Com informações mais claras sobre entregas de exercícios e engajamento nas aulas, por exemplo, pais, mães e responsáveis podem apoiar e incentivar seus filhos e suas filhas de maneira mais constante, sem ter que esperar o boletim bimestral para ter visibilidade da situação dos(as) estudantes.

O que é o relatório de desempenho acadêmico? 

É um relatório personalizado que mostra o porcentual de engajamento e de desempenho do(a) aluno(a) de forma geral e também em cada uma das disciplinas, semanalmente. Com ele, é possível visualizar a participação e a evolução dos(as) estudantes nas atividades em aula e nas tarefas de casa enviadas pelos(as) professores(as). Assim, o relatório é uma boa forma para a família acompanhar mais de perto o processo de aprendizagem de crianças e adolescentes.

Participação nas atividades: esforço, dedicação e hábitos de estudos

No item específico que mostra o porcentual da participação nas atividades enviadas pelos(as) professores(as), é possível observar não apenas o esforço e a dedicação do(a) estudante, mas também os hábitos de estudos. Este dado, ajuda as famílias a refletirem sobre algumas perguntas, como:

  • Meu filho ou minha filha está fazendo as lições de casa com frequência? 
  • Há alguma disciplina ele ou ela deixa de entregar alguma tarefa? 
  • Como está sua participação nas atividades? Ele ou ela está contribuindo com o processo de aprendizagem?

Essas respostas podem ser obtidas a partir da análise dos dados apresentados  no relatório. A família ganha uma ferramenta de acompanhamento e consegue estar muito mais próxima do dia a dia do seu filho ou sua filha. Aqui, no entanto, é preciso destacar que as análises não devem ser feitas com um tom de cobrança. Segundo a diretora pedagógica da Geekie, Camila Karino, “O objetivo do relatório não é gerar conversas pontuais de cobrança, mas sim dar visibilidade do processo e possibilitar um maior envolvimento dos pais. Só há apoio, quando há ciência do que está acontecendo.”

Desempenho nas atividades: acompanhamento constante

Já o indicador de desempenho nas atividades permite um acompanhamento em tempo real das aprendizagens, possibilitando intervenções rápidas e diálogos contínuos. As perguntas norteadoras aqui podem ser: 

  • Como está o desempenho do meu filho/filha nas atividades semanais?
  • Em que pontos ele ou ela se destaca? Tenho reforçado e parabenizado por isso?
  • Algum aprendizado está ficando para trás? Como posso ajudá-lo a recuperar?

Se o(a) aluno(a) não foi bem em determinada disciplina por uma ou mais semanas, é um sinal de que pode estar enfrentando dificuldades ou que precise se dedicar mais àquele assunto. Ou pode acontecer o contrário: o(a) aluno(a) ganhou uma porcentagem alta ao se destacar em determinados assuntos. Ou seja, o relatório aponta os pontos positivos e os que podem ser melhorados. Mais do que os resultados pontuais de uma semana, é importante fazer uma análise considerando todo um contexto e observar tendências.

Indicador de aprendizagem: incentivar, apoiar ou intervir?

Para apoiar na interpretação das famílias, o documento ainda apresenta um indicador de aprendizagem desenvolvido a partir do cruzamento dos dois indicadores anteriores: a participação e o desempenho nas atividades. Com isso, é possível gerar uma orientação clara de ação por capítulo (por assunto trabalhado em aula). 

Os capítulos cujas atividades tiveram porcentual alto de entrega e acertos, por exemplo, possuem um bom indicador de aprendizagem. Por isso, eles são classificados como “incentivar”. Por outro lado, se esses porcentuais forem medianos ou baixos, as classificações podem ser “apoiar” ou “intervir”. 

Famílias: possibilidades de diálogos para acompanhamento da aprendizagem

O relatório completo, com todos esses indicadores, mostra todo o caminho que cada estudante percorre ao longo do seu processo de aprendizagem, e não apenas seu desempenho nas provas. Além disso, ele pode nortear ações por parte do(a) aluno(a), da escola e também da família a fim de garantir um melhor resultado final. 

Visibilizar todo esse processo de aprendizagem dos e das estudantes por meio dos relatórios da Geekie é uma grande oportunidade para as famílias terem um envolvimento maior  nos estudos de seus filhos e suas filhas. 

Elogiar, estudar junto, encorajar quando houver dificuldades, levantar discussões sobre temas que a criança ou adolescente está estudando no momento são algumas das estratégias viáveis. 

Porém, pais, mães e responsáveis devem fazer o que se sentem mais confortáveis, descobrindo os melhores caminhos para isso. Dar atenção e demonstrar que se importa com os(as) filhos(as) já é um bom primeiro passo, destaca a diretora pedagógica da Geekie. Ela ainda complementa:

Aos poucos, é possível construir uma relação de confiança que ajude o(a) aluno(a) a se desenvolver plenamente, com autonomia, disciplina, responsabilidade, respeito, ética e cooperação, sempre com foco na valorização do processo de aprendizagem.

Leia também:

Compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Bitnami